CARICATURAS AO VIVO - ZEL HUMOR . O MELHOR DA CARICATURA EM SUA FESTA ...

CARICATURAS AO VIVO - ZEL HUMOR . O MELHOR DA CARICATURA EM SUA FESTA ...
CLIQUE NA IMAGEM É SAIBA MAIS ...

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Exposição “Antônio de Gastão – 100 Anos de Arte Popular”


Exposição “Antônio de Gastão – 100 Anos de Arte Popular” ficará até o dia 5 de fevereiro no Charitas
 Fotos: César Remedy
Secretaria de Cultura de Cabo Frio inaugurou, dia 18 de janeiro, a exposição “Antônio de Gastão – 100 Anos de Arte Popular 1912-2012”, que comemora o centenário de um dos ícones da cultura popular cabofriense: o artista plástico Antônio de Gastão. E a exposição continuará até o dia 5 de fevereiro, desegunda a sexta-feira das 13h às 18h e sábados, domingos e feriados das 14h às 20h.

Antônio de Gastão foi um dos artistas mais completos de Cabo Frio. Conhecia a fauna, a flora, os tipos demadeira, fabricava casa de estuque ainda pequeno, e confeccionava seus próprios brinquedos a partir dematerial retirado da própria natureza. Capturava o pescado com maestria e construía os apetrechos usados na labuta marítima. A linha para pescar ele tirava da fibra de tucum, uma palmeira muito comum na região, e a rede, confeccionava com cipó de ipomea, planta rasteira do litoral.

Adulto, dedicou-se a diversas atividades: firmou parceria com Chico Estêvão, quando fundaram a primeira escola de samba da cidade, a Paz e Harmonia, e com o amigo Zé Barbosa promoveu concorridos bailes, fazendo teatro em Búzios e Arraial do Cabo, divertindo crianças e adultos com seus bonecos de madeira e isopor.

Nas festas populares, como do Divino, São Benedito e Santo Antônio, ele sempre estava com seu violão, interpretado e compondo, animando os folguedos: tontinha, quadrilha e as folias, como a do Divino, de Reis,de tradições portuguesas. Assim como o jongo, o bangulê, o batuque dos negros e a umbigada, de tradições africanas.

Antônio de Gastão era um homem de talentos múltiplos. Compunha versos, prosas, canções; fazia pinturas em telas, miniaturas de traineiras e canoas, esculturas de bonecos, aves e animais em madeira e em pedra, além de cerâmica, fantoches, cabeçorras e várias outras manifestações de um vasto repertório. Tornou-se o mais ativo e completo artista popular, não apenas de Cabo Frio, mas de toda a região.

Em decorrência de um agressivo câncer no estômago, Antônio de Gastão morreu no dia 8 de janeiro de1990, aos 77 anos de idade.
 
Viviane Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário